Notícias Vaticano

Vaticano: Bento XVI celebra 95 anos, idade inédita na história dos Papas

O Papa emérito Bento XVI assinalou o seu 95.º aniversário, tornando-se assim o primeiro pontífice católico a completar essa idade (aqui).

Ucrânia: Enviado do Papa presidiu a Via-Sacra junto de vala comum

O cardeal Konrad Krajewski, enviado pessoal do Papa à Ucrânia, celebrou, de forma privada, a Via-Sacra em Borodianka, cidade próxima da capital, pilhada e destruída pelos soldados russos (aqui).

Papa confia meditações da Via Sacra a famílias, no regresso ao Coliseu de Roma

Decisão sublinha celebração de ano especial «AmorisLaetitia»

 

Cidade do Vaticano, 07 Abr 2022 – O Papa confiou a redação das meditações da Via-Sacra de Sexta-feira Santa, que este ano regressa ao Coliseu de Roma, a um grupo de famílias, informou hoje o Vaticano.

  

“Por ocasião do ano dedicado à família, com o qual a Igreja celebra os cinco anos da exortação apostólica ‘Amoris Laetitia’, o Papa Francisco confiou a preparação dos textos das meditações e das orações para as estações da Via-Sacra de Sexta-feira Santa, no Coliseu, a algumas famílias ligadas a comunidades e associações católicas de voluntariado e assistência”, refere uma nota enviada aos jornalistas pelo diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni.

 

Tendo em consideração a temática escolhida para a celebração, acrescenta o comunicado, “serão algumas famílias a transportar a cruz, entre uma estação e outra”.

 

Em 2021, por causa da pandemia, o Papa presidiu à Via-Sacra no Vaticano, com inéditas meditações de crianças, que evocaram problemas na escola e mortes provocadas pela Covid-19.

 

Já em 2020, as meditações foram redigidas por um grupo de presos da cidade de Pádua, na Itália, e a celebração decorreu numa Praça de São Pedro vazia.

 

Todos os anos, o Papa pede a um autor diferente a redação dos textos de reflexão apresentados nas estações da Via Sacra de Sexta-feira Santa, seguida por dezenas de milhares de peregrinos, com velas na mão.

 

Em 2019, a autora foi uma religiosa italiana, Eugenia Bonetti – conhecida pelo seu compromisso na luta contra a o tráfico de pessoas; em 2018, as meditações foram escritas por um grupo de jovens estudantes de Roma.

 

No atual pontificado, as meditações tinham também sido confiadas ao cardeal Béchara BoutrosRaï, patriarca de Antioquia dos maronitas (Líbano), com a colaboração de vários jovens do seu país (2013); ao arcebispo italiano D. Giancarlo Maria Bregantini (2014); ao bispo italiano D. Renato Corti, antigo responsável pela diocese de Novara (2015); ao cardeal Gualtiero Bassetti, da diocese italiana de Perugia (2016); e à biblista francesa Anne-Marie Pelletier (2017).

 

O “ano especial” dedicado à família começou a 19 de março de 2021, assinalando o 5.º aniversário da exortação ‘Amoris Laetitia’, e decorre até à celebração do X Encontro Mundial das Famílias, em Roma (26.06.2022).

 

O Papa publicou a 8 de abril de 2016 a sua exortação apostólica sobre a Família, ‘A Alegria do Amor’, uma reflexão que recolhe as propostas de duas assembleias do Sínodo dos Bispos (2014 e 2015) e dos inquéritos aos católicos de todo o mundo.

 

OC- Ecclesia

Vaticano: Papa retoma tradição nas celebrações da Semana Santa

Praça de São Pedro, Coliseu e Basílica do Vaticano acolhem cerimónias, após dois anos de limitações por causa da pandemia

 

Cidade do Vaticano– O Papa vai retomar as celebrações tradicionais da Semana Santa, no Vaticano, depois de dois anos marcados por limitações impostas pela pandemia.

 

O calendário, divulgado hoje pela Santa Sé, indica que a Missa do Domingo de Ramos (10 de abril) vai decorrer na Praça de São Pedro, a partir das 10h00 locais (menos uma em Lisboa).

 

Já na Quinta-feira Santa (14 de abril), Francisco preside à Missa Crismal, na Basílica de São Pedro, pelas 09h30, com os patriarcas, cardeais, arcebispos, bispos e sacerdotes (diocesanos e religiosos) presentes em Roma.

 

A nota não adianta horário nem local para a cerimónia de lava-pés, que tem levado o atual Papa a prisões ou instituições sociais, na tarde de Quinta-feira Santa.

 

A Sexta-feira Santa (15 de abril) conta com duas cerimónias: a celebração da Paixão do Senhor, na Basílica do Vaticano, pelas 17h00; e a Via-Sacra no Coliseu de Roma, a partir das 21h15.

 

A Vigília Pascal vai ser celebrada na Basílica de São Pedro, pelas 19h30 do dia 16 de abril.

 

Esta celebração, momento central do calendário litúrgico católico, tem cinco elementos: a bênção do fogo novo e do círio pascal; a proclamação da Páscoa, que é um canto de júbilo anunciando a Ressurreição do Senhor; a série de leituras sobre a História da Salvação; a renovação das promessas do Batismo, por fim, a liturgia Eucarística.

 

No dia seguinte, Domingo de Páscoa, o Papa preside à Missa, pelas 10h00, na Praça de São Pedro, antes de seguir para a varanda da Basílica, para a bênção ‘urbi et orbi’ (à cidade [de Roma] e ao mundo).

 

OC – Ecclesia

Papa alerta para o risco de uma "guerra fria alargada"

Francisco fala de um “vento gelado da guerra”, responsabilidade de “um poderoso qualquer, tristemente fechado em anacrónicas reivindicações de interesses nacionalistas” (aqui).

O pensamento de Ratzinger no centro da jornada de estudos sobre eclesiologia

 

A Pontifícia Universidade da Santa Cruz, em Roma, organizou uma jornada de estudos para a apresentação do livro “Igreja: sinal entre os povos”, que reúne escritos do Papa emérito Bento XVI sobre o tema da eclesiologia (aqui).


Notícias Vaticano

Vaticano: Bento XVI celebra 95 anos, idade inédita na história dos Papas

O Papa emérito Bento XVI assinalou o seu 95.º aniversário, tornando-se assim o primeiro pontífice católico a completar essa idade (aqui).

Ucrânia: Enviado do Papa presidiu a Via-Sacra junto de vala comum

O cardeal Konrad Krajewski, enviado pessoal do Papa à Ucrânia, celebrou, de forma privada, a Via-Sacra em Borodianka, cidade próxima da capital, pilhada e destruída pelos soldados russos (aqui).

Papa confia meditações da Via Sacra a famílias, no regresso ao Coliseu de Roma

Decisão sublinha celebração de ano especial «AmorisLaetitia»

 

Cidade do Vaticano, 07 Abr 2022 – O Papa confiou a redação das meditações da Via-Sacra de Sexta-feira Santa, que este ano regressa ao Coliseu de Roma, a um grupo de famílias, informou hoje o Vaticano.

  

“Por ocasião do ano dedicado à família, com o qual a Igreja celebra os cinco anos da exortação apostólica ‘Amoris Laetitia’, o Papa Francisco confiou a preparação dos textos das meditações e das orações para as estações da Via-Sacra de Sexta-feira Santa, no Coliseu, a algumas famílias ligadas a comunidades e associações católicas de voluntariado e assistência”, refere uma nota enviada aos jornalistas pelo diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni.

 

Tendo em consideração a temática escolhida para a celebração, acrescenta o comunicado, “serão algumas famílias a transportar a cruz, entre uma estação e outra”.

 

Em 2021, por causa da pandemia, o Papa presidiu à Via-Sacra no Vaticano, com inéditas meditações de crianças, que evocaram problemas na escola e mortes provocadas pela Covid-19.

 

Já em 2020, as meditações foram redigidas por um grupo de presos da cidade de Pádua, na Itália, e a celebração decorreu numa Praça de São Pedro vazia.

 

Todos os anos, o Papa pede a um autor diferente a redação dos textos de reflexão apresentados nas estações da Via Sacra de Sexta-feira Santa, seguida por dezenas de milhares de peregrinos, com velas na mão.

 

Em 2019, a autora foi uma religiosa italiana, Eugenia Bonetti – conhecida pelo seu compromisso na luta contra a o tráfico de pessoas; em 2018, as meditações foram escritas por um grupo de jovens estudantes de Roma.

 

No atual pontificado, as meditações tinham também sido confiadas ao cardeal Béchara BoutrosRaï, patriarca de Antioquia dos maronitas (Líbano), com a colaboração de vários jovens do seu país (2013); ao arcebispo italiano D. Giancarlo Maria Bregantini (2014); ao bispo italiano D. Renato Corti, antigo responsável pela diocese de Novara (2015); ao cardeal Gualtiero Bassetti, da diocese italiana de Perugia (2016); e à biblista francesa Anne-Marie Pelletier (2017).

 

O “ano especial” dedicado à família começou a 19 de março de 2021, assinalando o 5.º aniversário da exortação ‘Amoris Laetitia’, e decorre até à celebração do X Encontro Mundial das Famílias, em Roma (26.06.2022).

 

O Papa publicou a 8 de abril de 2016 a sua exortação apostólica sobre a Família, ‘A Alegria do Amor’, uma reflexão que recolhe as propostas de duas assembleias do Sínodo dos Bispos (2014 e 2015) e dos inquéritos aos católicos de todo o mundo.

 

OC- Ecclesia

Vaticano: Papa retoma tradição nas celebrações da Semana Santa

Praça de São Pedro, Coliseu e Basílica do Vaticano acolhem cerimónias, após dois anos de limitações por causa da pandemia

 

Cidade do Vaticano– O Papa vai retomar as celebrações tradicionais da Semana Santa, no Vaticano, depois de dois anos marcados por limitações impostas pela pandemia.

 

O calendário, divulgado hoje pela Santa Sé, indica que a Missa do Domingo de Ramos (10 de abril) vai decorrer na Praça de São Pedro, a partir das 10h00 locais (menos uma em Lisboa).

 

Já na Quinta-feira Santa (14 de abril), Francisco preside à Missa Crismal, na Basílica de São Pedro, pelas 09h30, com os patriarcas, cardeais, arcebispos, bispos e sacerdotes (diocesanos e religiosos) presentes em Roma.

 

A nota não adianta horário nem local para a cerimónia de lava-pés, que tem levado o atual Papa a prisões ou instituições sociais, na tarde de Quinta-feira Santa.

 

A Sexta-feira Santa (15 de abril) conta com duas cerimónias: a celebração da Paixão do Senhor, na Basílica do Vaticano, pelas 17h00; e a Via-Sacra no Coliseu de Roma, a partir das 21h15.

 

A Vigília Pascal vai ser celebrada na Basílica de São Pedro, pelas 19h30 do dia 16 de abril.

 

Esta celebração, momento central do calendário litúrgico católico, tem cinco elementos: a bênção do fogo novo e do círio pascal; a proclamação da Páscoa, que é um canto de júbilo anunciando a Ressurreição do Senhor; a série de leituras sobre a História da Salvação; a renovação das promessas do Batismo, por fim, a liturgia Eucarística.

 

No dia seguinte, Domingo de Páscoa, o Papa preside à Missa, pelas 10h00, na Praça de São Pedro, antes de seguir para a varanda da Basílica, para a bênção ‘urbi et orbi’ (à cidade [de Roma] e ao mundo).

 

OC – Ecclesia

Papa alerta para o risco de uma "guerra fria alargada"

Francisco fala de um “vento gelado da guerra”, responsabilidade de “um poderoso qualquer, tristemente fechado em anacrónicas reivindicações de interesses nacionalistas” (aqui).

O pensamento de Ratzinger no centro da jornada de estudos sobre eclesiologia

 

A Pontifícia Universidade da Santa Cruz, em Roma, organizou uma jornada de estudos para a apresentação do livro “Igreja: sinal entre os povos”, que reúne escritos do Papa emérito Bento XVI sobre o tema da eclesiologia (aqui).

Actualize a informação sobre a Ordem de Cavalaria do Santo Sepulcro de Jerusalém
e sobre a Terra Santa, através do site da Lugar-Tenência de Portugal.

Tel: +351 213 426 853

Fax: +351 213 474 350

Rua do Alecrim, 72 -R/CDto. 1200-018 Lisboa

© Ordem de Cavalaria do Santo Sepulcro de Jerusalém

Desenvolvido por:

Web design por:


Actualize a informação sobre a Ordem de Cavalaria do Santo Sepulcro de Jerusalém
e sobre a Terra Santa, através do site da Lugar-Tenência de Portugal.


Tel: +351 213 426 853


E-mail: oessjp@sapo.pt


Fax: +351 213 474 350


Rua do Alecrim, 72 -R/CDto. 1200-018 Lisboa

© Ordem de Cavalaria do Santo Sepulcro de Jerusalém

Desenvolvido por:

Web design por: